O que fazer em São Paulo

Allianz Parque

 

Arena multiuso construída para receber espetáculos, concertos, eventos corporativos e, principalmente, partidas de futebol do Palmeiras, seu proprietário. Está a apenas 900 metros do hostel, sendo possível ir e voltar dos shows a pé.

Como chegar: A pé

 

Avenida Paulista

 

A Avenida Paulista é um dos logradouros mais importantes do município de São Paulo

Considerada um dos principais centros financeiros da cidade, assim como também um dos seus pontos turísticos mais característicos, a avenida revela sua importância não só como pólo econômico, mas também como centro cultural e de entretenimento.

 

Como chegar: A pé, ônibus, metrô, bicicleta

 

MASP

 

Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (mais conhecido pelo acrônimo MASP) é uma das mais importantes instituições culturais brasileiras. Localiza-se desde 7 de novembro de 1968 na Avenida Paulista. Famoso pelo vão de mais de 70 metros que se estende sob quatro enormes pilares, o edifício é considerado um importante exemplar da arquitetura brasileira e um dos mais populares ícones da capital paulista,

Como chegar: A pé, ônibus, metrô, bicicleta

Ingressos: R$ 12,00 (entrada gratuita às terças-feiras)

 

Parque Ibirapuera

 

O Parque Ibirapuera é o mais importante parque urbano da cidade de São PauloBrasil. Foi inaugurado em 21 de agosto de 1954 para a comemoração do quarto centenário da cidade. O parque conta com ciclovia e treze quadras iluminadas, além de pistas destinadas a corridas, passeios e descanso, todas integradas à área cultural.

Como chegar: Ônibus, metrô, bicicleta

Entrada gratuita 

Catedral da Sé

 

Catedral Metropolitana de São Paulo ou Catedral da Sé, é a catedral da Arquidiocese de São Paulo. Localiza-se na Praça da Sé, no Zona Central do município de São Paulo. Apesar de ter uma cúpula de estilo renascentista, a Catedral Metropolitana de São Paulo é considerada como o quarto maior templo neogótica do mundo. A catedral é o templo principal da paróquia de Nossa Senhora da Assunção de São Paulo, criada em 10 de agosto de 1591.

Como chegar: A pé, ônibus, metrô, bicicleta

Entrada gratuita 

Galeria do Rock

 

Fundada em 1963 como Shopping Center Grandes Galerias, a – apelidada pelos frequentadores – Galeria do Rock é ponto de encontro das mais diversas “tribos” no centro de São Paulo. Sua fama teve início nos anos 70, quando muitas lojas de disco começaram a se instalar no local, atraindo um público mais interessado em adquirir produtos relacionados à música, principalmente artigos de rock. A partir daí mais lojas do gênero foram surgindo em seus corredores.

Como chegar: A pé, ônibus, metrô, bicicleta

Entrada gratuita 

Rua Augusta

 

Desde seu início, na Rua Martins Fontes, até o cruzamento com a Avenida Paulista, a Augusta é uma subida repleta de casas noturnas, lojas e bares direcionados às mais diferentes tribos urbanas. Conhecido como o Baixo Augusta, o trecho reúne diversos bares e baladas que constituem um mosaico da cena cultural paulistana, recebendo diversas atividades artísticas, como shows de todos os estilos musicais e exposições.

Como chegar: A pé, ônibus, metrô, 

Vila Madalena

 

Bastante conhecida por ser um reduto boêmio da cidade de São Paulo, a Vila Madalena é um dos bairros mais badalados e agitados da cidade. São inúmeros bares, restaurantes, galerias, grafites, baladas e lojas espalhadas por ruas com nomes inusitados, como a Aspicuelta (um padre espanhol do século 16), a Girassol, a Purpurina ou a Wisard.

Como chegar: Ônibus, metrô, 

Bairro da Liberdade

A Liberdade é um bairro turístico da cidade de São Paulo. É conhecido como o maior reduto da comunidade japonesa na cidade, a qual, por sua vez, congrega a maior colônia japonesa do mundo. Entre as atrações do local estão restaurantes e docerias típicos, além de lojas e livrarias com artigos daquele país. Outras particularidades que atraem os visitantes são a arquitetura peculiar do bairro, as tradicionais lanternas japonesas que enfeitam a maior parte das ruas da região e os grandes pórticos (tóri) situados na Rua Galvão Bueno. O turista ainda deve conhecer a feira de artesanato, que acontece aos finais de semana na Praça da Liberdade, junto à saída da estação do Metrô de mesmo nome

Como chegar: Metrô, bicicleta. a pé.

Aquário de São Paulo

Inaugurado em 2006, é o maior da América Latina e único aquário temático do Brasil. Apresenta mais de 3 mil exemplares de aproximadamente 300 espécies de animais. O ambiente, dividido em setores que reproduzem o habitat natural dos animais que abriga, retrata as florestas brasileiras, onde são encontrados jacarés, lagartos, iguanas e serpentes; o Vale dos Dinossauros, com réplicas e um museu paleontológico; o Pólo Sul, com os sempre adorados pingüins; o oceanário, que imita um navio naufragado e apresenta espécies surpreendentes de tubarões e raias; e o Setor Mamíferos, com espécies de macacos, tucanos, lontras, tamanduá e os famosos Tapajós (filhote de peixe-boi) e Thunder (lobo-marinho).

Como chegar: Ônibus, metrô.